Sinttel MG

ASSEMBLEIA GERAL – SINSTAL CALL CENTER

O Sinstal Call Center formalizou proposta para a Convenção Coletiva de Trabalho 2020, a ser apreciada em Assembleia. A crueldade das empresas, representadas pelo sindicato patronal, é tão grande que elas querem que os operadores de telemarketing, que trabalham 180 horas, recebam menos que o salário mínimo!

A manutenção do piso salarial no valor de R$998,00 representa uma perda financeira gigantesca para os trabalhadores, já que neste ano de 2020 as empresas deveriam implementar o valor do salário mínimo nacional de R$1.045,00, e existem empresas que ainda não implementaram. Além de manter o piso da categoria com valor inferior ao salário mínimo, as empresas estão propondo REAJUSTE ZERO nos salários e benefícios para todos os trabalhadores!

É notório que as empresas do ramo de Call Center não tiveram queda nas receitas, em virtude da crise econômica e sanitária que o país atravessa, por isso o Sindicato não vê razão para que os trabalhadores recebam apenas “migalhas”, conforme consta na proposta elaborada pelo SINSTAL.

Ressaltamos ainda, que observamos com incredulidade, a total falta de empatia com trabalhadores que permaneceram laborando presencialmente, desde o início da pandemia, arriscando suas vidas e de suas famílias. O SINTTEL-MG enxerga a proposta como desumana e desrespeitosa com quem se empenha diariamente em suas funções e que almeja apenas uma remuneração justa e condizente ao seu esforço.

Os trabalhadores estão “dando o sangue” durante este momento de pandemia, garantindo o lucro das empresas, muitas vezes correndo risco de contrair o Coronavírus no próprio ambiente de trabalho, e as empresas não reconhecem, muito menos valorizam os esforços dos trabalhadores de call center. Reajuste zero e piso salarial de R$998,00 representam o achatamento dos salários de todos os trabalhadores e tem como consequência a perda do poder aquisitivo. As tarifas de energia elétrica, água, gás de cozinha, o preço dos alimentos, do aluguel, e de tantos outros gastos essenciais para a subsistência não param de subir e os trabalhadores passam e passarão muitas dificuldades para honrar com seus compromissos, já que as empresas não querem reajustar os salários, se recusam até mesmo a aplicar o índice da inflação acumulada no período.

Desta forma, o Sinttel-MG alerta para a gravidade da situação e orienta todos os trabalhadores a REPROVAREM a proposta precarizadora apresentada pelo sindicato patronal.

O Sinttel-MG informa aos trabalhadores das empresas AlmaViva, Atento e Liq que os processos ajuizados para o reajuste do salário mínimo continuarão tramitando na Justiça do Trabalho.

Seguem os principais pontos da proposta do SINSTAL CALL CENTER

  • PISO SALARIAL – R$ 998,00 (novecentos e noventa e oito reais), 01/01/2020 até 31/12/2020;
  • ABONO INDENIZATÓRIO (PISO) – Será concedido um abono indenizatório no valor de R$180,00 (cento e oitenta reais) em até 15 dias após a formalização da aprovação da proposta. Ficam isentas do pagamento do abono indenizatório as empresas que já reajustaram o valor do piso da categoria para o salário-mínimo nacional. O abono indenizatório será pago proporcionalmente ao tempo trabalhado;
  • DEMAIS SALÁRIOS – Manutenção dos valores praticados atualmente, até 31/12/2020;
  • ABONO INDENIZATÓRIO (DEMAIS SALÁRIOS) – Será concedido um abono indenizatório de 10% do salário nominal/base, sobre o salário de 31/12/2019, limitado à R$ 500,00, em até 15 dias após a formalização da aprovação da proposta. Ficam isentas do pagamento do abono indenizatório as empresas que já tenham realizado reajuste para o ano de 2020. O abono indenizatório será pago proporcionalmente ao tempo trabalhado;
  • AUXÍLIO REFEIÇÃO E /OU ALIMENTAÇÃO / DEMAIS BENEFÍCIOS – Manutenção dos valores praticados atualmente, até 31/12/2020;
  • AUXÍLIO CRECHE – Manutenção dos valores praticados atualmente, até 31/12/2020. Em razão do Decreto de Calamidade Pública frente à Pandemia causada pelo Coronavírus (COVID-19), as partes acordam em não exigir a apresentação dos recibos, excepcionalmente para os meses de Novembro/2020 e Dezembro/2020, das empregadas mães que já utilizavam o auxílio creche anteriormente;
  • INÍCIO DAS NEGOCIAÇÕES COLETIVAS 2021 – As partes acordam em iniciar as negociações coletivas para o ano de 2021 em até 10 dias após a assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho 2020;
  • MANUTENÇÃO DOS DEMAIS ITENS DA CCT VIGENTE.

Para facilitar a compreensão dos trabalhadores acerca da proposta, o SINTTEL-MG realizará duas lives em seu perfil do Instagram (@sinttelmg), no dia 17/12/2020 (quinta-feira), em dois horários: 12h e 18h. Na ocasião, os trabalhadores poderão tirar quaisquer dúvidas que por ventura venham ter sobre a proposta de CCT do Sinstal Call Center.

A Assembleia ocorrerá na sede e sub-sedes do SINTTEL-MG, no dia 18/12/2020, das 09h às 17h, conforme os endereços abaixo:

  • Belo Horizonte: Rua Senador Lúcio Bittencourt, 140 – Carlos Prates;
  • Regional Sul: Rua Silva Bitencourt, 197 – Centro/Varginha;
  • Regional Norte: Rua Doutor Veloso, 1063 – Centro/Montes Claros;
  • Regional Leste: Rua Sebastião Correia Lima, 163A – Vila Bretas/Governador Valadares;
  • Regional Zona da Mata: Avenida Brasil, 2444 – Centro/Juiz de Fora;
  • Regional Triângulo Mineiro: Avenida Araguari, 254 – Martins/Uberlândia.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA – O SINTTEL-MG, convoca, na forma estatutária, todos os empregados/trabalhadores associados e interessados que laboram em Empresas de projeto, construção, instalação, implantação e manutenção de redes e serviços de telecomunicações e operação de equipamentos e meios físicos de transmissão de sinal e operadores de mesas telefônicas, para comparecerem à Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 18 de dezembro de 2020, no horário de 09:00 às 17:00 horas, na sede do SINTTEL-MG, localizada na Rua Senador Lúcio Bittencourt, 140 – Carlos Prates, Belo Horizonte; nas sub-sedes do SINTTEL-MG: Regional Sul: Rua Silva Bitencourt, 197 – Centro/Varginha; Regional Norte: Rua Doutor Veloso, 1063 – Centro/Montes Claros; Regional Leste: Rua Sebastião Correia Lima, 163A – Vila Bretas/Governador Valadares; Regional Zona da Mata: Avenida Brasil, 2444 – Centro/Juiz de Fora; Regional Triângulo Mineiro: Avenida Araguari, 254 – Martins/Uberlândia; com urna fixa em todos os locais supracitados. Todas as AGE/s serão instaladas, em primeira convocação, conforme horários e endereços/locais acima mencionados e na falta de quórum mínimo estabelecido pelo Estatuto Social, trinta minutos depois em segunda convocação, com qualquer número de presentes, sobre a seguinte ordem do dia: 1) Discussão e apreciação sobre a Proposta apresentada pelo Sindicato Patronal, visando a celebração da Convenção Coletiva de Trabalho 2020 Call Center; 2) Autorização para a Diretoria do SINTTEL-MG retomar as negociações coletivas, ajuizar dissídio coletivo ou quaisquer ações que sejam necessárias à defesa dos interesses da categoria profissional, caso frustradas as negociações com o Sindicato Patronal; 3) Deliberação e apreciação sobre instalação em caráter permanente da Assembleia Geral Extraordinária; 4) Deliberação sobre desconto da Taxa Assistencial, assegurado direito de oposição; 5) Outras deliberações sobre o assuntos de interesse da categoria. Belo Horizonte/MG, 15 de dezembro de 2020. Comissão Executiva do SINTTEL-MG.

Acesse o boletim clicando aqui: Assembleia – SINSTAL Call Center